shutterstock_1043582269.jpg

A maior concentração de ômega-3 EPA em cápsulas gastrorresistentes

Icosacor-packshot.png

EPA na redução de triglicerídeos e saúde cardiovascular

As cápsulas do Icosacor® contém alto teor de EPA (ácido eicosapentaenóico) na forma Etil Ester, também conhecido como Icosapent Etil.

Icosacor® atua como mediador da resposta anti-inflamatória.1 Indicado para auxiliar na redução dos triglicérides e saúde cardiovascular. 1,2,3,4

O EPA atua na regulação dos triglicerídeos através de seu efeito redutor na síntese hepática de lipoproteínas de densidade muito baixa - VLDL. 5

Purificação e Controle

ICOSACOR® passa por um processo de purificação em etapas, no qual obtém-se um óleo de peixe com alto teor de ômega-3 (EPA e DHA), livre de contaminantes como metais pesados (Arsênio, Cádmio, Chumbo e Mercúrio), Dioxinas e PCBs, garantindo um produto de alta qualidade.

shutterstock_530971462.jpg

Cápsulas

Gastrorresistentes

As cápsulas de ICOSACOR® passam por um processo patenteado de enrijecimento que confere maior resistência à sua membrana. Desta forma a cápsula passa pelo estômago e se desintegra apenas no intestino, evitando refluxo, sabor e hálito de peixe após sua ingestão.

Pacote de Barracudas

Alta concentração

ICOSACOR® é a opção ideal para quem busca suplementação saudável em ômega-3 EPA e não deseja ingerir outras gorduras como colesterol, gorduras saturadas, monoinsaturadas e poliinsaturadas.

 

Além da alta concentração de ômega-3 por cápsula, superior a 90%, ICOSACOR® também conta com a tecnologia gastroresistente, que impede que a cápsula seja desintegrada no estômago, evitando assim refluxo, sabor e hálito de peixe após a ingestão. Desta forma, o ômega-3 em sua forma pura, é liberado no intestino onde ocorre sua absorção.

Matéria-prima de alta qualidade

O primeiro requisito para fabricação de produtos de alta qualidade é o uso de ingredientes puros e livres de contaminação. ICOSACOR® possui ômega-3 EPA extraído de peixes a partir das águas frias e intocadas do Pacífico Sul, ao largo da costa do Chile e Peru.

Estas zonas de pesca da América do Sul são as mais altamente reguladas do mundo. A cada ano as quotas de pesca são ajustadas para mais ou para menos, ou mesmo postergadas em função da saúde, tamanho e número de peixes disponíveis. O uso de peixes desta região garante, portanto, não apenas produtos de elevada pureza e qualidade, mas também assegura a sustentabilidade ambiental do processo, garantindo o uso responsável dos recursos do oceano.

Arteria-fundo-vermelho.jpg

A importância do EPA livre na composição do Ômega-3

Os ácidos graxos poliinsaturados de cadeia longa EPA (ácido eicosapentaenóico) são abundantes em peixes de águas profundas.
São considerados essenciais à saúde, porém não são produzidos pelo organismo humano, portanto apenas obtidos através de dieta ou suplementação.

O EPA é conhecido por sua capacidade de melhorar a saúde cardiovascular, diminuir níveis de triglicerídeos e manter níveis de colesterol normais. Além de seu benefício para o sistema cardiovascular, possui função antiinflamatória sendo indicado para suplementação em casos de artrite reumatóide, asma, doença inflamatória intestinal, lúpus eritematoso sistêmico e psoríase. Há também estudos que demonstram efeito psicoterapêutico em distúrbios como esquizofrenia, depressão e transtorno bipolar.

  •  Suporte à saúde cardiovascular 2,4,5,6,7,9

  •  Auxilia na redução dos triglicerídeos 1,3

  •  Atua como mediador da resposta anti-inflamatória 1

  •  Auxilia na recuperação da musculatura esquelética 8

shutterstock_530971462.jpg

Recomendações da Sociedade Brasileira de Cardiologia5

  • 2 a 4 g ao dia pode reduzir a concentração plasmática de Triglicérides (mediana = 18%) e de Colesterol LDL (mediana = 6,6%).

  • De 2 a 4 g ao dia de ômega-3 EPA constatou-se redução de até 20% em ocorrências com desfechos cardiovasculares.

  • 3 a 4 g ao dia de ômega-3 tem efeito significativo na redução da pressão arterial (ΔPAS = -4,5 mmHg /ΔPAD = -3,1 mmHg).

Redução dos níveis
de triglicérides

Estudos clínicos demostram que pacientes suplementados com ômega-3 Etil Ester 90% apresentam redução significativa nos níveis de triglicerídeos.

Relação entre níveis plasmáticos de EPA e Síndrome Coronariana Aguda

Incidência de síndromes coronarianas graves de acordo com os níveis séricos de ômega-3 EPA. A incidência de doenças coronarianas é diretamente associada aos baixos níveis de ômega-3.

Banner-senior-corrida+coracao.jpg
Benefícios do ICOSACOR® à saúde, associados a uma alimentação equilibrada e hábitos de vida saudáveis:
  • Reduz triglicerídeos; [4,7] 

  • Promove a boa saúde do coração; [3,4,5,6]

  • Reduz stress oxidativo; [8]

  • Preserva a função endotelial; [9]

  • Reduz a aterosclerose; [10]

  • Desempenha ação antiinflamatória; [11,12]

Referências:     • 1- Simopoulos AP. The importance of the omega-6/omega-3 fatty acid ratio in cardiovascular disease and other chronic disease. Experimental Biology and Medicine 2008; 233:674-688.     • 2 - Martin, C.A. ET al.  Ácidos graxos poliinsaturados ômega-3 e ômega-6: importância e ocorrência em alimentos. Rev. Nutr. [online]. 2006, 19 (6), 761-770. http://www.scielo.br/pdf/rn/v19n6/10.pdf. (acesso 30 de março de 2012).     • 3- Lee, J.H.  e col., Omega-3 Fatty Acids for Cardioprotection .Mayo Clin Proc. 2008, 83(3), 324-332.     • 4- AMERICAN HEART ASSOCIATION (Org.). Fish and Omega-3 Fatty Acids. Disponível em :< http://www.heart.org/HEARTORG/GettingHealthy/NutritionCenter/HealthyDietGoals/Fish-and-Omega-3-Fatty-Acids_UCM_303248_Article.jsp>. Acesso em: 14 maio 2012.      • 5- Bocchi EA, Marcondes-Braga FG, Bacal F, Ferraz AS, Albuquerque D, Rodrigues D, et al. Sociedade Brasileira de Cardiologia. Atualização da Diretriz Brasileira de Insuficiência Cardíaca Crônica - 2012. Arq Bras Cardiol 2012: 98(1 supl. 1): 1-33.     • 6- U.S. Food And Drug Administration. FDA announces qualified health claim for omega-3 fatty acids. FDA NEWS REALEASE, 2004. http://www.fda.gov/NewsEvents/Newsroom/PressAnnouncements/2004/ucm108351.htm (Acesso  21 março de  2012).     • 7- Sposito AC, Caramelli B, Fonseca FAH, Bertolami MC, et al. Sociedade Brasileira de Cardiologia. IV Diretriz Brasileira sobre Dislipidemias e Prevenção da Aterosclerose Departamento de Aterosclerose da Sociedade Brasileira de Cardiologia – 2007. Arq Bras Cardiol 2007:88(supl.1):1-19.     • 8- Mas, E. et al.  The omega-3 fatty acids EPA and DHA decrease plasma F2-isoprostanes: Results from two placebo-controlled interventions. Free Rad. Res. 2010, 44 (9), 983-990.     • 9- Fahs, C. A. et al. The effect of acute fish-oil supplementation on endothelial function and arterial stiffness following a high-fat meal. Appl. Physiol. Nutr. Metab. 2010, 35, 294–302.     • 10-   Hartwich, J. et al. Lipoprotein profile, plasma Ischemia modified albumin and ldl density change in the course of postprandial lipemia. Insights from the lipgene study. Scand. J. Clin. Lab. Invest.2010, 70, 201-208.     • 11- Kiecolt-Glaser,J.K. Stress, food, and inflammation: psychoneuroimmonology and nutrition at the cutting edge. Psychosom. Med. 2010, 72, 365–369.     • 12- AMINE, Dr E.k. et al. . DIET, NUTRITION AND THE PREVENTION OF CHRONIC DISEASES Report of a Joint WHO/FAO Expert Consultation World Health Organization Geneva in WHO Technical Report Series. WORLD HEALTH ORGANIZATION Ed., 916., 2003, WHO publications: Genebra. 2003. pp. 1 - 160. http://www.who.int/publications/en/  (acesso  21 de março de 2012).     • 13- Hibbeln, J.R. Fergusin, T.A., Blasbalg, T.L. Omega-3 fatty acid deficiencies in neurodevelopment, aggression and autonomic dysregulation: Opportunities for intervention. Intl. Rev  Psychiatry, 2006, 18 (2), 107-118.     • 14- Schuchardt, J.P. et al.. Significance of long long-chain polyunsaturated fatty acids (pufas) for the development and behaviour of children. Eur. J. Pediatr., 2010,  169, 149–164.      • 15- Gonzales, S. et al. The relationship between dietary lipids and cognitive performance in an elderly population. Intl. J. Food Sci. Nutr. 2010, 61(2), 217-225.      • 16- Liu 2014, Omega-3 Essential Fatty Acids Therapy for Dry Eye Syndrome: A Meta-Analysis of Randomized Controlled Studies.      • 17- Bhargava 2013, A randomized controlled trial of omega-3 fatty acids in dry eye syndrome.      • 18- Pinazo-Durán et al 2013, Clinical Interventions in Aging. Effects of a nutraceutical formulation based on the combination of antioxidants and ω-3 essential fatty acids in the expression of inflammation and immune response mediators in tears from patients with dry eye disorders.      • 19- Allison L. Rand MD and Penny A. Asbell, MD Current Opinion in Ophthalmology Nutritional Supplements for Dry Eye Syndrome. 

0800-771-8438

  • Facebook - White Circle

Siga-nos nas redes sociais

© 2020 Todos os direitos reservados. Biobalance Nutraceuticals - Av. Florent Deleu, 640, Canguera, Porto Feliz / SP - Brasil. Atenção: As informações apresentadas neste site são para fins informativos e não substituem a relação entre médicos, nutricionistas e pacientes. Todas as decisões relacionadas a tratamento de pacientes devem ser tomadas por profissionais de saúde habilitados levando em consideração as características de cada paciente.